Por adesivo de arco-íris no carro, homofóbico agride rapaz em drive through do Mc Donalds; assista

Uair Ahmed, um homofóbico, foi acusado de xingar e agredir Jacob Gal, um homem gay do lado de fora de um drive-through do McDonalds no Canadá.

Em seu relato à polícia, Gal afirmou que Qurashi “parou seu carro e abriu a janela. Ao ver seu carro, que tinha um adesivo da bandeira LGBT, o agressor começou a proferir xingamentos gratuitamente, o chamando de “filho da puta” e gritando “vá para o inferno”.

Gal então pegou seu telefone e foi em direção ao carro do homofóbico e começou a gravar: “Este rapaz começou a gritar bicha em minha direção. Do que você me chamou?”, pergunta ele ao agressor.

Foi quando Qurashi abriu a porta do carro e tentou avançar em direção à vítima, derrubando o celular que gravava tudo.

“Eu disse a ele para não me tocar várias vezes, mas ele bateu meu telefone no chão, quebrando a tela e começou a me dar socos na cara quando comecei a sangrar por toda a minha roupa e rosto”, disse Gal.

Chamados, os policiais chegaram ao local e constataram Gal havia sofrido ferimentos leves, informou o True North, antes de prender o agressor.

Gal acrescentou: “Estive no hospital de South Lake para exames e radiografias. Meu nariz estava sangrando, mas não quebrado, e estou bem fisicamente.”

Além disso, os investigadores acrescentaram que estão tratando o incidente como um crime de ódio.

O chefe de polícia Eric Jolliffe disse: “A Polícia Regional de York sempre responderá e fará acusações sempre que necessário, por comportamento que atinja alguém apenas por causa de sua orientação sexual ou por qualquer outro motivo motivado por preconceito ou ódio. Tais incidentes são inaceitáveis e não têm lugar em nossa comunidade.”

Assista ao vídeo da agressão:

O post Por adesivo de arco-íris no carro, homofóbico agride rapaz em drive through do Mc Donalds; assista apareceu primeiro em Põe Na Roda.

Publicidade

Últimos Artigos

Latest Posts

Publicidade

Não percas

Publicidade